Não é preciso virem depressa, eu matei-os

Esta é (supostamente) uma história verídica passada na zona de Lisboa. Há pouco tempo, um homem percebeu que havia pessoas dentro da sua garagem,…

%d bloggers like this: