Carta de uma mãe alentejana (do Baixo Alentejo)

Querido filho Escrevo devagar por que sei que não gostas de ler depressa. Se receberes esta carta, é porque chegou. Se ela não chegar, avisa-me…

%d bloggers like this: