Para entender as diferentes vertentes do Metal e do Rock, vamos imaginar uma situação e seus respectivos desfechos na abordagem de cada estilo.

No alto do castelo, há uma linda princesa — muito carente — que foi ali trancada, e é guardada por um grande e terrível dragão…

METAL MELÓDICO:

O protagonista chega ao castelo num cavalo alado branco, escapa do dragão, salva a princesa, fogem para longe e fazem amor.

TRUE METAL:

O protagonista chega ao castelo e vence o dragão numa batalha justa usando uma espada. Banhado no sangue do dragão, fode a princesa.

THRASH METAL:

O protagonista chega ao castelo, duela com o dragão, salva a princesa e fode com ela.

HEAVY METAL:

O protagonista chega ao castelo numa Harley-Davidson, mata o dragão, embebeda-se de cerveja com a princesa e depois fode com ela.

FOLK METAL:

O protagonista chega acompanhado de vários amigos e duendes tocando acordeão, alaúde, viola e outros instrumentos estranhos. Fazem o dragão dormir depois de tanto dançar, e vão-se embora, sem a princesa, pois a floresta está cheia de ninfas.

VIKING METAL:

O protagonista chega num navio, mata o dragão com um machado, assa-o e come-o. Viola a princesa, pilha o castelo e pega fogo a tudo antes de se ir embora.

DEATH METAL:

O protagonista chega, mata o dragão, fode a princesa, mata a princesa e vai-se embora.

BLACK METAL:

Chega de madrugada, do meio da neblina. Mata o dragão e empala-o em frente ao castelo. Sodomiza a princesa, corta-a com uma faca e bebe o seu sangue num ritual até matá-la. Depois descobre que ela já não era virgem e empala-a junto ao dragão.

GORE:

Chega, mata o dragão. Sobe ao castelo, fode a princesa e mata-a. Depois fode com ela de novo. Queima o corpo da princesa e fode com ele de novo.

SPLATTER:

Chega, mata o dragão, abre-o com um bisturi. Sodomiza a princesa com as tripas do dragão. Abre buracos nela com o bisturi e viola cada um dos buracos. Tira os globos oculares da princesa e viola as órbitas. Depois mata a princesa, faz uma autópsia, tira fotos, e lança um álbum cuja capa é uma das fotos.

DOOM METAL:

Chega ao castelo, e vê o tamanho do dragão, fica deprimido e mata-se. O dragão come o cadáver do protagonista e depois come a princesa.

WHITE METAL:

Chega ao castelo, exorciza o dragão, converte a princesa e usa o castelo para sediar mais uma “Igreja Universal do Reino de Deus”.

NEW METAL:

Chega ao castelo a achar-se o maior e dizendo que é muita mau. Acha que é capaz de vencer o dragão; perde feio e leva a maior tareia do mundo. Foge e encontra a princesa. Conta-lhe sobre a sua infância triste. A princesa dá um soco na cara dele e vai procurar o protagonista Heavy Metal. O protagonista New Metal toma um Prozak e vai gravar um disco “The Best Of”.

ROCK N’ROLL CLÁSSICO:

Chega de mota a fumar uma ganda broca e oferece ao dragão, que logo fica a ser seu amigo. Depois acampa com a princesa numa parte mais afastada do jardim e depois de muito sexo, drogas e rock’n roll, tem uma overdose de LSD e morre sufocado no próprio vómito.

PUNK ROCK:

Atira uma pedra ao dragão e depois foge. Grafita o muro do castelo com um “A” de anarquia. Faz um moicano na princesa e depois abre uma barraquinha de farturas no saguão do castelo.

GRUNGE:

Chega ao castelo e tem uma overdose de heroína.

PROGRESSIVO:

Chega, toca um solo virtuoso de guitarra de 26 minutos. O dragão mata-se de tanto tédio. Chega até à princesa e toca outro solo que explora todas as técnicas de atonalismo em compassos ternários compostos aprendidas no último ano de conservatório. A princesa foge e vai procurar o protagonista Heavy Metal.

HARD ROCK:

Chega num descapotável vermelho, com duas loiras mamalhudas e a beber Jack Daniel’s. Mata o dragão com uma faca e faz uma orgia com a princesa e as loiras.

GLAM ROCK:

Chega ao castelo. O dragão ri tanto quando o vê que o deixa passar. Ele entra no castelo, rouba o secador e o batom da princesa. Depois convence-a a pintar o castelo de rosa e a fazer madeixas nos cabelos.