effects_5Um homem e uma mulher vão às compras num shopping para comprar cada um um par de calças por 60€ máx.

A mulher gasta as tais 3h26m indo a todas as lojas baratas (que ela obviamente sabe quais são, porque tem o hábito de olhar para as etiquetas dos artigos, absorvendo assim informações importantes, tais como preço, tamanho e se vai lavar na máquina), mas acaba com 3 pares de calças, 2 t-shirts e 2 acessórios (tudo combina uma coisa com as outras… e tudo lava na máquina) e gastou 59,90€.

O homem avança para a primeira loja que vê à frente e que parece vender roupa masculina. Em quatro minutos compra, por 55 €, o primeiro par de calças que vê, na cor mais ingrata possível e no tamanho errado, porque obviamente um homem não experimenta uma peça de roupa na loja. A bainha das calças – com virola – é para a mulher fazer em casa, obviamente… isto depois de ela lá voltar ao shopping de propósito para trocar as calças dele para o tamanho certo.

Visto que o homem só gastou 55 €, entra na loja imediatamente ao lado e decide comprar uma camisa.(Esta loja é daquelas que o nome é do género “palavra inglesa & palavra inglesa”…) Em dois minutos, compra a primeira camisa que encontra (mais uma vez no tamanho errado) da cor que mais descombina não só das calças que comprou, como aliás de toda a roupa que tem em casa. Mais uma vez, depois a mulher voltará lá para trocar a camisa para o tamanho certo (e já agora noutra cor que não seja amarelo-nicotina ou verde-mofo). Gasta 60 € na camisa, ficando todo contente porque só lhe custou na realidade 55 (os outros 5 descontam, obviamente…).

Posto isto, e visto que já economizou qualquer coisa, demonstrando um senso superior em compras, vai passar as restantes 3h20 na secção automóvel do hiper, a gastar o resto do 14º a comprar aqueles acessórios que tanta falta fazem ao verdadeiro automobilista, tais como limpa-pára-brisas com estrutura em titânio e jantes em liga leve com holograma de uma actriz siliconizada de uma série “B” qualquer. Obviamente, não se lembra de mandar um SMS à mulher a dizer onde foi. Ela encontra-o por acaso duas horas depois de sair da última loja, enquanto está a fazer sozinha as compras do mês.