Não é preciso virem depressa, eu matei-os

Esta é (supostamente) uma história verídica passada na zona de Lisboa. Há pouco tempo, um homem percebeu que havia pessoas dentro da sua garagem,…

Adaptação cultural instantânea

“Como te chamas?” – pergunta a professora. “Mohammed” – responde o puto. “Aqui estamos em Portugal, não há cá Mohammeds. Daqui para a frente…

No tribunal, as velhas sabem tudo…

As Velhas sabem tudo… duvidam?! Num tribunal de uma pequena cidade, o advogado de acusação chamou a sua primeira testemunha; uma avó de idade avançada. Aproximou-se…

%d bloggers like this: